Psicanálise

Saiba tudo sobre!

A Psicanálise, de maneira bem resumida, surgiu como estudo e análise do comportamento humano, levando em consideração uma série de características de sua psique. Seu objetivo era tratar desequilíbrios psíquicos.

 

Ela foi criada por Sigmund Freud, autor que provavelmente você já ouviu falar ou então já ouviu a famosa expressão “Freud explica”, não é?! E não é à toa que ele é o autor mais conhecido nesta abordagem, visto que ele é “o pai da Psicanálise”.

Resumidamente: Freud nasceu na região do Império Austríaco em 1856. Era médico neurologista, passou boa parte da sua vida em Viena até quando precisou se refugiar na Inglaterra (pois era de origem judia e seu país se anexou à Alemanha). Freud revelava grande interesse por distúrbios emocionais, na época conhecidos como ‘histeria’, e os tratava com o método da hipnose. Percebeu, em sua prática, que “a cura pela fala” valia mais que qualquer outra metodologia e, através da Psicanálise, buscava achar a cura para tais desajustes mentais.

Ele passou, assim, a utilizar-se dessa técnica, descobrindo um reino de desejos e fantasias sexuais que se perdiam na mente humana, conteúdos que ficavam reprimidos e que emergiam na consciência de formas indesejáveis, sendo responsável, então, pela descoberta do inconsciente. A partir de então, o autor dá vida a muitos outros conceitos, como neurose, psicose, paranoia, libido, melancolia, narcisismo, transferência, Complexo de Édipo, sonhos, atos falhos, mecanismos de defesa, etc.

Sendo assim, suas contribuições para Psicologia são enormes, sobretudo para a atuação clínica. A prática psicanalítica no contexto clínico é baseada na associação livre e na atenção flutuante, o que significa dizer que o paciente, através da sua fala, traz à tona conteúdos que lhe vêm à cabeça e o analista não deve privilegiar, a princípio, nenhum elemento de seu discurso, mas sim ter uma escuta atenta que lhe permita acessar o que de importante o inconsciente traz. Por este motivo, é comum que o analista mais escute do que fale (o que nem sempre é compreendido pelo paciente, mas que tem os seus motivos e intervenções pontuais, no momento certo).

Sabe-se que, no mundo contemporâneo, os estudos da prática psicanalítica vão muito além de Freud, que passou a ser constantemente reavaliado em decorrência de suas formulações teóricas sobre a subjetividade humana. Outros grandes nomes que seguiram seus estudos desenvolvendo novos olhares, com consideráveis contribuições, como Jacques Lacan, Melanie Klein, Wilfred Bion, Donald Woods Winnicott, dentre outros. No entanto, sua teoria continua sendo de grande influência para a psicologia atual.

Entenda mais sobre psicanálise e seus benefícios consultando um de nossos psicólogos!

Entre em contato agora!

Dra. Maria Carolina Gan - CRP 06-101418

Psicóloga pela Universidade Nove de Julho e Pós-graduanda pelo Instituto Sedes Sapientiae - abordagem: psicanálise (freudiana)

Se preferir, nós entramos em contato:

Receba informações de Saúde

Deixe seu e-mail para enviarmos notícias da clínica e textos sobre Saúde

Saúde Pora Ltda.

 

Responsável: Fga. Tainá Ferreira CRFa. 2 - 17529

Rua Itanhandu, 77 - Vila Leopoldina, São Paulo, SP

Tel: (11) 2812-5086

Cel: (11) 97317-7720

Whatsapp me

contato@saudepora.com.br

  • YouTube - Círculo Branco
  • Facebook - White Circle
  • Instagram - White Circle